http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http:// http://bit.ly/2C9S3Bp
http://www.rossam.com.br/index.html
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://bit.ly/2C9S3Bp

Açúcar acumula a sexta queda em Nova York

Voltar

Açúcar

19/12/2018
  Compartilhe:

Pela sexta sessão consecutiva, os contratos de açúcar demerara recuaram na bolsa de Nova York. Nessa terça-feira (18) o vencimento para março/19 fechou em 12.30 centavos de dólar por libra-peso, queda de 19 pontos. Os contratos para maio/19 foram firmados em 12.38 centavos de dólar por libra-peso, queda de 22 pontos.
 
Em Londres os contratos futuros do açúcar branco, com vencimento em março/19, fecharam em US$ 336,00 a tonelada, desvalorização de 3,70 dólares. Na tela maio/19 os contratos fecharam em US$ 340,30 a tonelada, queda de 4,60 dólares.
 
São Paulo
 
Ontem, o indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal, estado de São Paulo, fechou em R$ 68,25/saca de 50 kg, desvalorização de 0,80%.
 
Etanol
 
De acordo com os índices da Esalq/BM&FBovespa, posto Paulínia, o etanol hidratado fechou em baixa ontem, negociado a R$ 1.731,50 o metro cúbico, desvalorização diária de 0,66%.

Fonte: UDOP

Açúcar acumula a sexta queda em Nova York

19/12/2018

Pela sexta sessão consecutiva, os contratos de açúcar demerara recuaram na bolsa de Nova York. Nessa terça-feira (18) o vencimento para março/19 fechou em 12.30 centavos de dólar por libra-peso, queda de 19 pontos. Os contratos para maio/19 foram firmados em 12.38 centavos de dólar por libra-peso, queda de 22 pontos.
 
Em Londres os contratos futuros do açúcar branco, com vencimento em março/19, fecharam em US$ 336,00 a tonelada, desvalorização de 3,70 dólares. Na tela maio/19 os contratos fecharam em US$ 340,30 a tonelada, queda de 4,60 dólares.
 
São Paulo
 
Ontem, o indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal, estado de São Paulo, fechou em R$ 68,25/saca de 50 kg, desvalorização de 0,80%.
 
Etanol
 
De acordo com os índices da Esalq/BM&FBovespa, posto Paulínia, o etanol hidratado fechou em baixa ontem, negociado a R$ 1.731,50 o metro cúbico, desvalorização diária de 0,66%.