http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/

Açúcar: Bolsa de Nova York fecha em queda e preços continuam abaixo dos 12 cts/lb

Voltar

Açúcar

08/05/2018

A bolsa de Nova York encerrou a sessão de ontem (7) com todos os contratos em queda. O jornal Valor Econômico destacou que as previsões de oferta mundial abundante de açúcar pressionaram as cotações. "De acordo com a consultoria Green Pool, a oferta deverá superar a demanda em 18,371 milhões de toneladas em 2017/18 e em 6,55 milhões de toneladas em 2018/19", informou a nota do Valor de hoje (8).
 
Os preços também continuam abaixo dos 12 centavos de dólar por libra-peso, barreira rompida em abril e que ocorreu em apenas 7,5% dos fechamentos dos últimos dez anos, segundo levantamento da Archer Consulting.
 
No vencimento julho/18, a queda foi de 19 pontos, com negócios firmados em 11.32 centavos de dólar por libra-peso. Na tela outubro/18, os contratos caíram 11 pontos, negociados em 11.68 centavos de dólar por libra-peso. Os demais preços caíram entre quatro e 12 pontos.
 
Em Londres não houve cotação dos preços devido ao May Bank Holiday, feriado celebrado sempre na primeira segunda-feira do mês de maio.
 
Mercado interno
 
Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, no Brasil, os preços do açúcar subiram nesta segunda-feira (7). A saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 55,69, alta de 0,32% no comparativo com os preços praticados na sexta-feira (4).
 
Etanol
 
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também subiu mais uma vez, segundo os registros feitos pela Esalq/BM&F. O biocombustível foi vendido a R$ 1.538,50 o metro cúbico, alta de 1,62% no comparativo entre os dias.

Açúcar: Bolsa de Nova York fecha em queda e preços continuam abaixo dos 12 cts/lb

08/05/2018

A bolsa de Nova York encerrou a sessão de ontem (7) com todos os contratos em queda. O jornal Valor Econômico destacou que as previsões de oferta mundial abundante de açúcar pressionaram as cotações. "De acordo com a consultoria Green Pool, a oferta deverá superar a demanda em 18,371 milhões de toneladas em 2017/18 e em 6,55 milhões de toneladas em 2018/19", informou a nota do Valor de hoje (8).
 
Os preços também continuam abaixo dos 12 centavos de dólar por libra-peso, barreira rompida em abril e que ocorreu em apenas 7,5% dos fechamentos dos últimos dez anos, segundo levantamento da Archer Consulting.
 
No vencimento julho/18, a queda foi de 19 pontos, com negócios firmados em 11.32 centavos de dólar por libra-peso. Na tela outubro/18, os contratos caíram 11 pontos, negociados em 11.68 centavos de dólar por libra-peso. Os demais preços caíram entre quatro e 12 pontos.
 
Em Londres não houve cotação dos preços devido ao May Bank Holiday, feriado celebrado sempre na primeira segunda-feira do mês de maio.
 
Mercado interno
 
Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, no Brasil, os preços do açúcar subiram nesta segunda-feira (7). A saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 55,69, alta de 0,32% no comparativo com os preços praticados na sexta-feira (4).
 
Etanol
 
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também subiu mais uma vez, segundo os registros feitos pela Esalq/BM&F. O biocombustível foi vendido a R$ 1.538,50 o metro cúbico, alta de 1,62% no comparativo entre os dias.