http://bit.ly/2ktdMMm
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/2-inovacana.html
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner

Açúcar: cotações sofrem a maior queda do ano em Nova York

Voltar

Açúcar

03/07/2018

Na segunda-feira (02), em Nova York, os contratos futuros negociados para out/18 fecharam em 11.56 centavos de dólar por libra-peso, desvalorização de 69 pontos no comparativo com as cotações de sexta-feira (29 de junho). Já os contratos para março/19 encerraram o dia a 12.33 cts/lb, baixa de 62 pontos.
 
De acordo com o jornal Valor Econômico de hoje, essa foi a maior queda do açúcar na bolsa de Nova York, desde o início de 2018. O motivo, além da alta do dólar ante o real, está atrelado as estimativas de superávit global da commodity para a safra 2018/2019.
 
Em Londres, os contratos futuros para agosto/18 foram firmados em US$ 339,70 a tonelada, recuo de 9,80 dólares e, na tela outubro/18 os papéis foram negociados a US$ 331,50 a tonelada, desvalorização de 12,40 dólares. As demais cotações da commodity, tanto em Londres quanto em Nova York fecharam igualmente em queda.
 
Mercado Interno
 
No primeiro dia útil de julho, a saca de 50 kg do açúcar cristal foi negociada ontem a R$ 58,54, alta de 0,24%, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP.
 
Etanol
 
O indicador diário do etanol hidratado, Posto Paulínia, da Esalq/BMF&Bovespa fechou nesta segunda-feira a R$ 1.549,00 o metro cúbico, recuo de 0,23% quando comparado a última cotação.

Fonte: UDOP

Açúcar: cotações sofrem a maior queda do ano em Nova York

03/07/2018

Na segunda-feira (02), em Nova York, os contratos futuros negociados para out/18 fecharam em 11.56 centavos de dólar por libra-peso, desvalorização de 69 pontos no comparativo com as cotações de sexta-feira (29 de junho). Já os contratos para março/19 encerraram o dia a 12.33 cts/lb, baixa de 62 pontos.
 
De acordo com o jornal Valor Econômico de hoje, essa foi a maior queda do açúcar na bolsa de Nova York, desde o início de 2018. O motivo, além da alta do dólar ante o real, está atrelado as estimativas de superávit global da commodity para a safra 2018/2019.
 
Em Londres, os contratos futuros para agosto/18 foram firmados em US$ 339,70 a tonelada, recuo de 9,80 dólares e, na tela outubro/18 os papéis foram negociados a US$ 331,50 a tonelada, desvalorização de 12,40 dólares. As demais cotações da commodity, tanto em Londres quanto em Nova York fecharam igualmente em queda.
 
Mercado Interno
 
No primeiro dia útil de julho, a saca de 50 kg do açúcar cristal foi negociada ontem a R$ 58,54, alta de 0,24%, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP.
 
Etanol
 
O indicador diário do etanol hidratado, Posto Paulínia, da Esalq/BMF&Bovespa fechou nesta segunda-feira a R$ 1.549,00 o metro cúbico, recuo de 0,23% quando comparado a última cotação.