http://www.ideaonline.com.br/conteudo/14-seminario-sobre-controle-de-pragas-da-cana.html
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://bit.ly/2ktdMMm
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

Açúcar: preços fecham mistos em Nova York; Londres tem dia de valorização

Voltar

Açúcar

07/06/2018

Os preços do açúcar fecharam mistos ontem (6) na bolsa de Nova York. O vencimento julho/18 teve alta de 18 pontos, com negócios firmados em 12.20 centavos de dólar por libra-peso. Na tela outubro/18, a commodity foi cotada a 12.47 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 14 pontos. Os demais contratos com vencimentos até julho/19 subiram entre um e oito pontos, os outros caíram entre um e cinco pontos.
 
De acordo com os analistas consultados pelo jornal Valor Econômico, os preços subiram em quase todas as telas, devido ao anúncio de que a Índia investirá na ampliação da sua capacidade de estocagem de açúcar nesta temporada.
 
"Maior produtor mundial, a Índia aprovou pacote financeiro de US$ 1 bilhão para ajudar as usinas nacionais. A medida inclui a criação de um estoque governamental para absorver o excesso de oferta de açúcar no mercado interno do país, o que deve contribuir para reduzir a necessidade de exportação em meio a uma safra recorde esperada para 2018/19", informou a nota do jornal.
 
Na bolsa de Londres, os preços para o açúcar fecharam em alta em todos os lotes. Na tela agosto/18, a commodity foi comercializada a US$ 347,30 a tonelada, alta de 3,60 dólares. Nos contratos firmados para outubro/18, a valorização foi de 4,20 dólares, com preços negociados em US$ 343,40 a tonelada. Os demais vencimentos subiram entre 2,80 e 3,30 dólares.
 
Mercado doméstico
 
No Brasil, os preços do açúcar caíram mais uma vez, segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 56,48, retração de 0,93% no comparativo com os preços praticados na véspera.
 
Etanol
 
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também fechou em queda ontem (6). O biocombustível foi comercializado a R$ 1.757,00 o metro cúbico, queda de 0,59% em relação aos preços firmados na terça-feira (5).
 

Fonte: UDOP

Açúcar: preços fecham mistos em Nova York; Londres tem dia de valorização

07/06/2018

Os preços do açúcar fecharam mistos ontem (6) na bolsa de Nova York. O vencimento julho/18 teve alta de 18 pontos, com negócios firmados em 12.20 centavos de dólar por libra-peso. Na tela outubro/18, a commodity foi cotada a 12.47 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 14 pontos. Os demais contratos com vencimentos até julho/19 subiram entre um e oito pontos, os outros caíram entre um e cinco pontos.
 
De acordo com os analistas consultados pelo jornal Valor Econômico, os preços subiram em quase todas as telas, devido ao anúncio de que a Índia investirá na ampliação da sua capacidade de estocagem de açúcar nesta temporada.
 
"Maior produtor mundial, a Índia aprovou pacote financeiro de US$ 1 bilhão para ajudar as usinas nacionais. A medida inclui a criação de um estoque governamental para absorver o excesso de oferta de açúcar no mercado interno do país, o que deve contribuir para reduzir a necessidade de exportação em meio a uma safra recorde esperada para 2018/19", informou a nota do jornal.
 
Na bolsa de Londres, os preços para o açúcar fecharam em alta em todos os lotes. Na tela agosto/18, a commodity foi comercializada a US$ 347,30 a tonelada, alta de 3,60 dólares. Nos contratos firmados para outubro/18, a valorização foi de 4,20 dólares, com preços negociados em US$ 343,40 a tonelada. Os demais vencimentos subiram entre 2,80 e 3,30 dólares.
 
Mercado doméstico
 
No Brasil, os preços do açúcar caíram mais uma vez, segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 56,48, retração de 0,93% no comparativo com os preços praticados na véspera.
 
Etanol
 
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também fechou em queda ontem (6). O biocombustível foi comercializado a R$ 1.757,00 o metro cúbico, queda de 0,59% em relação aos preços firmados na terça-feira (5).