http://www.rossam.com.br/index.html
http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/

Agronegócio da África renderá US$ 1 trilhão até 2030

Voltar

Agronegócio

13/11/2018
  Compartilhe:

Empresas participantes do Fórum de Investimento da África afirmaram que o agronegócio no continente deve chegar ao valor de US$ 1 trilhão até o ano de 2030, sendo considerado o novo petróleo para a região. De acordo com Jennifer Blanke, Vice-Presidente de Agricultura, Desenvolvimento Humano e Social do Banco Africano do Desenvolvimento, a prioridade de todos os investidores é o agronegócio. 
 
“A agricultura é uma prioridade fundamental para o Banco Africano de Desenvolvimento, através da nossa estratégia. Compreender que, ao transformar o setor agrícola da África, ele se tornará o motor que impulsiona a transformação econômica da África por meio de aumento de renda, melhores empregos na cadeia de valor, melhor nutrição e assim por diante", comenta. 
Alguns líderes do agronegócio disseram que há uma necessidade de investir US $ 45 bilhões por ano para aproveitar o poder da agricultura e subir na cadeia de valor para criar empregos e riqueza, sendo que, atualmente, apenas US$ 7 bilhões são investidos no setor. “Os investimentos do setor privado criarão o ambiente adequado e aumentarão o surgimento de indústrias de agroprocessamento de propriedade local, capazes de gerar empregos e aumentar a renda na África rural”, disseram. 

Além disso, eles afirmaram que o continente poderia se tornar um exportador líquido de commodities agrícolas, substituindo US$ 110 bilhões em importações, além de dobrar sua participação no valor de mercado para commodities processadas selecionadas.
 “Precisamos fazer a pesquisa para produzir as soluções certas para os problemas que podemos enfrentar ao longo da cadeia de valor”, conclui Blanke. 

Fonte: Agrolink

Agronegócio da África renderá US$ 1 trilhão até 2030

13/11/2018

Empresas participantes do Fórum de Investimento da África afirmaram que o agronegócio no continente deve chegar ao valor de US$ 1 trilhão até o ano de 2030, sendo considerado o novo petróleo para a região. De acordo com Jennifer Blanke, Vice-Presidente de Agricultura, Desenvolvimento Humano e Social do Banco Africano do Desenvolvimento, a prioridade de todos os investidores é o agronegócio. 
 
“A agricultura é uma prioridade fundamental para o Banco Africano de Desenvolvimento, através da nossa estratégia. Compreender que, ao transformar o setor agrícola da África, ele se tornará o motor que impulsiona a transformação econômica da África por meio de aumento de renda, melhores empregos na cadeia de valor, melhor nutrição e assim por diante", comenta. 
Alguns líderes do agronegócio disseram que há uma necessidade de investir US $ 45 bilhões por ano para aproveitar o poder da agricultura e subir na cadeia de valor para criar empregos e riqueza, sendo que, atualmente, apenas US$ 7 bilhões são investidos no setor. “Os investimentos do setor privado criarão o ambiente adequado e aumentarão o surgimento de indústrias de agroprocessamento de propriedade local, capazes de gerar empregos e aumentar a renda na África rural”, disseram. 

Além disso, eles afirmaram que o continente poderia se tornar um exportador líquido de commodities agrícolas, substituindo US$ 110 bilhões em importações, além de dobrar sua participação no valor de mercado para commodities processadas selecionadas.
 “Precisamos fazer a pesquisa para produzir as soluções certas para os problemas que podemos enfrentar ao longo da cadeia de valor”, conclui Blanke.