http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.rossam.com.br/index.html

Bilionários donos da Lego querem eliminar plástico (e é sério)

Voltar

Meio Ambiente

10/09/2018
  Compartilhe:

O CEO da Lego diz que é difícil saber as implicações financeiras do plano – apoiado por uma das famílias mais ricas da Dinamarca – de deixar de fabricar blocos de brinquedo de plástico.
 
“É difícil dizer”, disse Niels B. Christiansen, por telefone, da sede da Lego, na região oeste da Dinamarca. “Não tenho certeza nem se atualmente podemos chegar à qualidade que desejamos. Mas esse é um plano que queremos impulsionar, um plano que tem nosso proprietário por trás. Queremos nos tornar líderes nisso.”

Controlada pela bilionária família Kirk Kristiansen, da Dinamarca, a Lego contratou Christiansen como CEO em outubro. A família está por trás de um plano para fabricar todos os blocos de construção coloridos da Lego com materiais sustentáveis, como cana-de-açúcar, até 2030. A mudança, anunciada em março, faz parte de um esforço global de combate à poluição de plásticos e à ameaça que o material representa para a vida marinha, em particular. A empresa dinamarquesa começou a oferecer pequenos conjuntos Lego feitos à base de plantas como presente para grandes compras.

Christiansen diz que ainda não está claro se a mudança pode ser realizada sem prejudicar as margens de lucro. O sentimento na Lego é que houve um “avanço” no caminho da produção de plástico não baseado em petróleo, mas ainda há muitas incógnitas, disse ele. A empresa diz que o novo plástico será baseado em materiais sustentáveis e não em combustíveis fósseis.

Fonte: Exame/Abril

Bilionários donos da Lego querem eliminar plástico (e é sério)

10/09/2018

O CEO da Lego diz que é difícil saber as implicações financeiras do plano – apoiado por uma das famílias mais ricas da Dinamarca – de deixar de fabricar blocos de brinquedo de plástico.
 
“É difícil dizer”, disse Niels B. Christiansen, por telefone, da sede da Lego, na região oeste da Dinamarca. “Não tenho certeza nem se atualmente podemos chegar à qualidade que desejamos. Mas esse é um plano que queremos impulsionar, um plano que tem nosso proprietário por trás. Queremos nos tornar líderes nisso.”

Controlada pela bilionária família Kirk Kristiansen, da Dinamarca, a Lego contratou Christiansen como CEO em outubro. A família está por trás de um plano para fabricar todos os blocos de construção coloridos da Lego com materiais sustentáveis, como cana-de-açúcar, até 2030. A mudança, anunciada em março, faz parte de um esforço global de combate à poluição de plásticos e à ameaça que o material representa para a vida marinha, em particular. A empresa dinamarquesa começou a oferecer pequenos conjuntos Lego feitos à base de plantas como presente para grandes compras.

Christiansen diz que ainda não está claro se a mudança pode ser realizada sem prejudicar as margens de lucro. O sentimento na Lego é que houve um “avanço” no caminho da produção de plástico não baseado em petróleo, mas ainda há muitas incógnitas, disse ele. A empresa diz que o novo plástico será baseado em materiais sustentáveis e não em combustíveis fósseis.