http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/
http://bit.ly/2ktdMMm
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

Em Uttar Pradesh, variedade mais produtiva de cana traz resultados surpreendentes, aponta INTL FCStone

Voltar

Cana-de-Açúcar

22/03/2018

Uma nova variedade de cana-de-açúcar, a Co 0238, vem aumentando sua participação nas plantações do estado indiano Uttar Pradesh e tem trazido resultados surpreendentes para a safra. A análise é da consultoria INTL FCStone, que foi a campo estudar as particularidades do mercado indiano para o setor sucroenergético. Estima-se que hoje a proporção desta variedade no estado está entre 50% e 60% das lavouras.
 
De acordo com a estimativa da Associação Indiana das Usinas de Açúcar (ISMA), a produção de Uttar Pradesh deve atingir 10,5 milhões de toneladas de cana no ciclo 2017/18, 23,6% acima da safra passada, que já havia sido recorde. Em comparação com 2015/16 o saldo é de 54,1%. Vale destacar que, além da maior produtividade desta nova variedade, a situação financeira das usinas também contribuiu para o aumento.
 
Parte significativa da cana-de-açúcar produzida no estado não é destinada às usinas de açúcar, e sim às fábricas de gur - um adoçante pouco elaborado e produzido por manufaturas de pequeno porte, consumido como um substituto mais barato do açúcar e também utilizado para a produção informal de bebidas alcoólicas.
 
"Em anos em que as usinas estão com maiores dificuldades financeiras e acumulam muitas dividias com seus fornecedores de cana, estes últimos procuram mais os produtores de gur como uma forma de receber mais rapidamente o pagamento pela cana", explica o Analista de Mercado da INTL FCStone, João Paulo Botelho.
 
Destaca-se ainda que, embora a área plantada do estado tenha ficado praticamente estável ao longo dos últimos anos, a produtividade tanto agrícola como industrial, apresentou salto considerável na safra passada e na atual.
 
"Ao contrário dos demais estados produtores indianos, a área plantada e a produtividade agrícola em Uttar Pradesh foram pouco afetadas pela crise hídrica causada pela monção fraca de 2015", avalia Botelho. Isso porque a maior parte da água utilizada pelas lavouras do estado vem de rios e riachos na bacia hidrográfica do rio Ganges que, por sua vez, é abastecido principalmente por água de degelo da cordilheira do Himalaia.

Fonte: Assessoria de Imprensa INTL FCStone

Em Uttar Pradesh, variedade mais produtiva de cana traz resultados surpreendentes, aponta INTL FCStone

22/03/2018

Uma nova variedade de cana-de-açúcar, a Co 0238, vem aumentando sua participação nas plantações do estado indiano Uttar Pradesh e tem trazido resultados surpreendentes para a safra. A análise é da consultoria INTL FCStone, que foi a campo estudar as particularidades do mercado indiano para o setor sucroenergético. Estima-se que hoje a proporção desta variedade no estado está entre 50% e 60% das lavouras.
 
De acordo com a estimativa da Associação Indiana das Usinas de Açúcar (ISMA), a produção de Uttar Pradesh deve atingir 10,5 milhões de toneladas de cana no ciclo 2017/18, 23,6% acima da safra passada, que já havia sido recorde. Em comparação com 2015/16 o saldo é de 54,1%. Vale destacar que, além da maior produtividade desta nova variedade, a situação financeira das usinas também contribuiu para o aumento.
 
Parte significativa da cana-de-açúcar produzida no estado não é destinada às usinas de açúcar, e sim às fábricas de gur - um adoçante pouco elaborado e produzido por manufaturas de pequeno porte, consumido como um substituto mais barato do açúcar e também utilizado para a produção informal de bebidas alcoólicas.
 
"Em anos em que as usinas estão com maiores dificuldades financeiras e acumulam muitas dividias com seus fornecedores de cana, estes últimos procuram mais os produtores de gur como uma forma de receber mais rapidamente o pagamento pela cana", explica o Analista de Mercado da INTL FCStone, João Paulo Botelho.
 
Destaca-se ainda que, embora a área plantada do estado tenha ficado praticamente estável ao longo dos últimos anos, a produtividade tanto agrícola como industrial, apresentou salto considerável na safra passada e na atual.
 
"Ao contrário dos demais estados produtores indianos, a área plantada e a produtividade agrícola em Uttar Pradesh foram pouco afetadas pela crise hídrica causada pela monção fraca de 2015", avalia Botelho. Isso porque a maior parte da água utilizada pelas lavouras do estado vem de rios e riachos na bacia hidrográfica do rio Ganges que, por sua vez, é abastecido principalmente por água de degelo da cordilheira do Himalaia.