http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://bit.ly/2ktdMMm
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/2-inovacana.html
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/

Etanol: Quantidade de hidratado comercializada em maio é a maior desde out/17

Voltar

Etanol

05/06/2018

Mesmo com a greve dos caminhoneiros no Brasil e a consequente dificuldade de retirar etanol, o volume de negócios envolvendo o hidratado em São Paulo em maio foi o maior desde outubro de 2017. Foi, também, a quantidade mais elevada para um mês de maio desde 2015. Segundo pesquisadores do Cepea, a demanda aquecida segue dando suporte aos preços do biocombustível. Nas semanas cheias de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ para o etanol hidratado teve média de R$ 1,6111/litro, 5,35% maior que a de abril. No mesmo comparativo, a média do Indicador CEPEA/ESALQ para o etanol anidro em maio foi apenas 0,11% maior que a do mês anterior, ficando em R$ 1,7285/litro. Na última semana do mês, especificamente, o ritmo de negócios ficou abaixo do registrado nos períodos anteriores, com maior movimento somente na sexta-feira, 1º. Distribuidoras focaram na retirada do produto negociado ainda na primeira quinzena de maio. Do lado das usinas, a moagem foi retomada e os carregamentos, gradualmente normalizados.

*Texto extraído do portal Notícias Agrícolas.

Fonte: Cepea

Etanol: Quantidade de hidratado comercializada em maio é a maior desde out/17

05/06/2018

Mesmo com a greve dos caminhoneiros no Brasil e a consequente dificuldade de retirar etanol, o volume de negócios envolvendo o hidratado em São Paulo em maio foi o maior desde outubro de 2017. Foi, também, a quantidade mais elevada para um mês de maio desde 2015. Segundo pesquisadores do Cepea, a demanda aquecida segue dando suporte aos preços do biocombustível. Nas semanas cheias de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ para o etanol hidratado teve média de R$ 1,6111/litro, 5,35% maior que a de abril. No mesmo comparativo, a média do Indicador CEPEA/ESALQ para o etanol anidro em maio foi apenas 0,11% maior que a do mês anterior, ficando em R$ 1,7285/litro. Na última semana do mês, especificamente, o ritmo de negócios ficou abaixo do registrado nos períodos anteriores, com maior movimento somente na sexta-feira, 1º. Distribuidoras focaram na retirada do produto negociado ainda na primeira quinzena de maio. Do lado das usinas, a moagem foi retomada e os carregamentos, gradualmente normalizados.

*Texto extraído do portal Notícias Agrícolas.