http://www.rossam.com.br/index.html
http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/

Lucratividade e Produtividade resultam de mudas de cana-de-açúcar sadias e com qualidade

Voltar

Cana-de-Açúcar

08/10/2018
  Compartilhe:

Nos dias 24 e 25 de outubro em Ribeirão Preto a Mackensie Agribusiness através de seu Programa de Capacitação Qualificada apresenta o Curso de Formação de Viveiros de Mudas de Cana-de-Açúcar com Qualidade. Condução, Investimentos e Custos Operacionais.
 
As mudas de cana-de-açúcar representam 25% do custo do plantio mecanizado. Um valor expressivo que deve ser gerenciado e necessita de um tratamento especializado, por ser um insumo relevante para a formação do canavial, produtividade e lucratividade
.
Manter a qualidade e reduzir a quantidade de mudas plantadas depende fundamentalmente da qualidade e formação de viveiros. Além da redução nos custos do cultivo, o canavial estará mais sadio. A capacitação do responsável pelos viveiros de mudas é essencial para o desenvolvimento do canavial altamente produtivo.
 
O tema será divido nos dois dias da capacitação da seguinte maneira:
 
24 de outubro
 
Apresentação geral; Planejamento de reforma ou plantio; Técnicas de formação de viveiros e planejamento do plantio dos viveiros; Produção de mudas e técnicas de multiplicação; Principais doenças; roguing, Controle de qualidade das mudas; Estudos Econômicos - Investimentos e Custos Operacionais.
 
25 de outubro
 
Interpretação dos dados do roguing; Pragas disseminadas com as mudas; Variedades e descrição morfológica; Variedades: Importância da origem; Filme sobre o programa de melhoramento e respostas às perguntas formuladas, além da Entrega de Certificados e Encerramento.
 
O evento contará com três palestrantes com know-how sobre os assuntos discutidos.
 
Álvaro Sanguino, engenheiro agrônomo com mestrado e doutorado pela Esalq/USP, com 36 anos de experiência como gestor de Fitopatologia no Centro de Tecnologia da Copersucar e no Centro de Tecnologia Canavieira;
 
Carlos Araujo, Executivo, consultor em Agronegócio, economista, MBA em Finanças Insper, FGV, New York University e Agribusiness - Harvard Business School. Desenvolveu o Custo Padrão para o Agronegócio com foco no ambiente de produção e sistemas de produção resultando uma maior eficiência operacional e redução de custos nos talhões.
 
Samuel César Silva Santos, engenheiro de produção, mestre em Bioenergia com qualificação em planejamento e controle de produção; gestão da qualidade e custos; finanças; análise de risco e mercado; apuração e análise do resultado contábil e gerencial; elaboração de relatórios executivos; pesquisa operacional; programação linear, entre outros.
 
Informações Adicionais:
 
Local: Hotel Taiwan - Ribeirão Preto/SP
 
Datas do curso: 24 e 25 de outubro de 2018
 
Carga horária: das 8 às 18 horas em ambas as datas
 
Contato e Inscrição: preencha o formulário no portal www.mackensie.com.br
 
Inscrições: até 15 de outubro de 2018
 
Mais informações: mackensie@mackensie.com.br
 
Vagas limitadas

Fonte: Assessoria de Imprensa Mackensie Agribusiness

Lucratividade e Produtividade resultam de mudas de cana-de-açúcar sadias e com qualidade

08/10/2018

Nos dias 24 e 25 de outubro em Ribeirão Preto a Mackensie Agribusiness através de seu Programa de Capacitação Qualificada apresenta o Curso de Formação de Viveiros de Mudas de Cana-de-Açúcar com Qualidade. Condução, Investimentos e Custos Operacionais.
 
As mudas de cana-de-açúcar representam 25% do custo do plantio mecanizado. Um valor expressivo que deve ser gerenciado e necessita de um tratamento especializado, por ser um insumo relevante para a formação do canavial, produtividade e lucratividade
.
Manter a qualidade e reduzir a quantidade de mudas plantadas depende fundamentalmente da qualidade e formação de viveiros. Além da redução nos custos do cultivo, o canavial estará mais sadio. A capacitação do responsável pelos viveiros de mudas é essencial para o desenvolvimento do canavial altamente produtivo.
 
O tema será divido nos dois dias da capacitação da seguinte maneira:
 
24 de outubro
 
Apresentação geral; Planejamento de reforma ou plantio; Técnicas de formação de viveiros e planejamento do plantio dos viveiros; Produção de mudas e técnicas de multiplicação; Principais doenças; roguing, Controle de qualidade das mudas; Estudos Econômicos - Investimentos e Custos Operacionais.
 
25 de outubro
 
Interpretação dos dados do roguing; Pragas disseminadas com as mudas; Variedades e descrição morfológica; Variedades: Importância da origem; Filme sobre o programa de melhoramento e respostas às perguntas formuladas, além da Entrega de Certificados e Encerramento.
 
O evento contará com três palestrantes com know-how sobre os assuntos discutidos.
 
Álvaro Sanguino, engenheiro agrônomo com mestrado e doutorado pela Esalq/USP, com 36 anos de experiência como gestor de Fitopatologia no Centro de Tecnologia da Copersucar e no Centro de Tecnologia Canavieira;
 
Carlos Araujo, Executivo, consultor em Agronegócio, economista, MBA em Finanças Insper, FGV, New York University e Agribusiness - Harvard Business School. Desenvolveu o Custo Padrão para o Agronegócio com foco no ambiente de produção e sistemas de produção resultando uma maior eficiência operacional e redução de custos nos talhões.
 
Samuel César Silva Santos, engenheiro de produção, mestre em Bioenergia com qualificação em planejamento e controle de produção; gestão da qualidade e custos; finanças; análise de risco e mercado; apuração e análise do resultado contábil e gerencial; elaboração de relatórios executivos; pesquisa operacional; programação linear, entre outros.
 
Informações Adicionais:
 
Local: Hotel Taiwan - Ribeirão Preto/SP
 
Datas do curso: 24 e 25 de outubro de 2018
 
Carga horária: das 8 às 18 horas em ambas as datas
 
Contato e Inscrição: preencha o formulário no portal www.mackensie.com.br
 
Inscrições: até 15 de outubro de 2018
 
Mais informações: mackensie@mackensie.com.br
 
Vagas limitadas