http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/

Mercado aposta em forte avanço no plantio de milho nos EUA e reduz especulações sobre aumento de área na soja

Voltar

Agricultura

26/04/2018

Ao longo da sessão, o mercado da soja chegou a anotar preços expressivos na Bolsa de Chicago (CBOT). Contudo, o dia de hoje (25) terminou com ganhos positivos de apenas quatro a cinco pontos nos principais vencimentos.
Ginaldo de Sousa, diretor da Labhoro Corretora, destacou que o clima norte-americano aponta para a normalidade neste momento e que o plantio deve ser forte em relação às últimas semanas.

Os fundos, por sua vez, estão muito comprados e o mercado tentou superar as resistências. Se o milho chegar a um plantio de 40% na próxima segunda-feira, não sobraria área a ser repassada para a soja - esta cujo plantio corre em ritmo normal.

A demanda para os Estados Unidos em termos de China está fraca, com o país asiático com grande força de venda no Brasil. Contudo, os pequenos e menores compradores brasileiros tenderiam a migrar para os norte-americanos, ajudando a sustentar os preços em Chicago.

Com as questões políticas em jogo, o dólar também tem ajudado a sustentar os preços internos, que giram em torno de R$88 ao produtor em Paranaguá, oferecendo um bom momento para aproveitar e fazer vendas.

Fonte: Notícias Agrícolas

Mercado aposta em forte avanço no plantio de milho nos EUA e reduz especulações sobre aumento de área na soja

26/04/2018

Ao longo da sessão, o mercado da soja chegou a anotar preços expressivos na Bolsa de Chicago (CBOT). Contudo, o dia de hoje (25) terminou com ganhos positivos de apenas quatro a cinco pontos nos principais vencimentos.
Ginaldo de Sousa, diretor da Labhoro Corretora, destacou que o clima norte-americano aponta para a normalidade neste momento e que o plantio deve ser forte em relação às últimas semanas.

Os fundos, por sua vez, estão muito comprados e o mercado tentou superar as resistências. Se o milho chegar a um plantio de 40% na próxima segunda-feira, não sobraria área a ser repassada para a soja - esta cujo plantio corre em ritmo normal.

A demanda para os Estados Unidos em termos de China está fraca, com o país asiático com grande força de venda no Brasil. Contudo, os pequenos e menores compradores brasileiros tenderiam a migrar para os norte-americanos, ajudando a sustentar os preços em Chicago.

Com as questões políticas em jogo, o dólar também tem ajudado a sustentar os preços internos, que giram em torno de R$88 ao produtor em Paranaguá, oferecendo um bom momento para aproveitar e fazer vendas.