http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

Milho: Depois dos ganhos recentes, mercado inicia pregão desta 6ª feira em queda na Bolsa de Chicago

Voltar

Geral

06/04/2018

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta sexta-feira (6) em campo negativo. As principais posições da commodity exibiam quedas de mais de 4 pontos, perto das 8h00 (horário de Brasília). O maio/18 operava a US$ 3,85 por bushel, já o julho/18 trabalhava a US$ 3,93 por bushel.
 
Depois da recente valorização, o mercado voltou a testar o lado negativo da tabela. Ainda nesta quinta-feira, os preços subiram mais de 8 pontos, impulsionados pelas especulações sobre o clima nos Estados Unidos no momento do plantio na nova safra americana.
 
Além disso, as vendas semanais, de mais de 898,3 mil toneladas, deram suporte aos preços do cereal. Por outro lado, a taxação de importação da China, de 25%, para o produto americano também segue no radar dos investidores.

Fonte: Notícias Agrícolas

Milho: Depois dos ganhos recentes, mercado inicia pregão desta 6ª feira em queda na Bolsa de Chicago

06/04/2018

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta sexta-feira (6) em campo negativo. As principais posições da commodity exibiam quedas de mais de 4 pontos, perto das 8h00 (horário de Brasília). O maio/18 operava a US$ 3,85 por bushel, já o julho/18 trabalhava a US$ 3,93 por bushel.
 
Depois da recente valorização, o mercado voltou a testar o lado negativo da tabela. Ainda nesta quinta-feira, os preços subiram mais de 8 pontos, impulsionados pelas especulações sobre o clima nos Estados Unidos no momento do plantio na nova safra americana.
 
Além disso, as vendas semanais, de mais de 898,3 mil toneladas, deram suporte aos preços do cereal. Por outro lado, a taxação de importação da China, de 25%, para o produto americano também segue no radar dos investidores.