http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/2-inovacana.html
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://bit.ly/2ktdMMm
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/

Milho/EUA: qualidade das lavouras piora 1 ponto porcentual ante a semana anterior, diz USDA

Voltar

Geral

03/07/2018

A qualidade das lavouras de milho nos Estados Unidos piorou 1 ponto porcentual ante a semana anterior, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pelo Departamento de Agricultura do país (USDA). Em seu relatório semanal de acompanhamento de safra, o USDA disse que 76% da safra apresentava condição boa ou excelente até o último domingo (01), ante 77% na semana anterior. O porcentual segue acima dos 68% em igual período do ano passado. O USDA informou ainda que 17% da safra de milho formou espigas, ante 9% em igual período de 2017 e 8% na média de cinco anos.
 
Quanto à soja, 71% das lavouras norte-americanas estão em condição boa ou excelente, queda de 2 pontos porcentuais ante a semana anterior, mas acima dos 64% de igual período de 2017. Conforme o governo norte-americano, 27% da safra floresceu, ante 17% em igual período do ano passado e 13% na média de cinco anos.
 
Com relação ao trigo de primavera, 58% da safra perfilhou, contra 56% um ano atrás e 48% na média de cinco anos. Segundo o USDA, 77% das lavouras estão em condição boa ou excelente, mesma proporção da semana anterior. O porcentual segue bem acima dos 37% de igual período do ano passado.
 
Quanto à safra de trigo de inverno dos EUA, 51% da área foi colhida, de acordo com o governo do país, ante 51% um ano atrás e 49% na média de cinco anos. O USDA disse também que 37% da safra estava em situação boa a excelente, mesmo porcentual da semana anterior. Há um ano, esse porcentual atingia 48%.
 
Com relação ao algodão, 43% das plantações se encontravam em condição boa ou excelente, contra 42% uma semana antes e 54% em igual período de 2017. Até domingo, 42% da safra havia florescido, ante 43% um ano atrás e 40% na média de cinco anos. Ainda conforme o USDA, 12% da safra formou maçãs, contra 12% em igual período de 2017 e 9% na média de cinco anos.
 
*Texto extraído do portal Broadcast Agro

Fonte: Dow Jones Newswires

Milho/EUA: qualidade das lavouras piora 1 ponto porcentual ante a semana anterior, diz USDA

03/07/2018

A qualidade das lavouras de milho nos Estados Unidos piorou 1 ponto porcentual ante a semana anterior, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pelo Departamento de Agricultura do país (USDA). Em seu relatório semanal de acompanhamento de safra, o USDA disse que 76% da safra apresentava condição boa ou excelente até o último domingo (01), ante 77% na semana anterior. O porcentual segue acima dos 68% em igual período do ano passado. O USDA informou ainda que 17% da safra de milho formou espigas, ante 9% em igual período de 2017 e 8% na média de cinco anos.
 
Quanto à soja, 71% das lavouras norte-americanas estão em condição boa ou excelente, queda de 2 pontos porcentuais ante a semana anterior, mas acima dos 64% de igual período de 2017. Conforme o governo norte-americano, 27% da safra floresceu, ante 17% em igual período do ano passado e 13% na média de cinco anos.
 
Com relação ao trigo de primavera, 58% da safra perfilhou, contra 56% um ano atrás e 48% na média de cinco anos. Segundo o USDA, 77% das lavouras estão em condição boa ou excelente, mesma proporção da semana anterior. O porcentual segue bem acima dos 37% de igual período do ano passado.
 
Quanto à safra de trigo de inverno dos EUA, 51% da área foi colhida, de acordo com o governo do país, ante 51% um ano atrás e 49% na média de cinco anos. O USDA disse também que 37% da safra estava em situação boa a excelente, mesmo porcentual da semana anterior. Há um ano, esse porcentual atingia 48%.
 
Com relação ao algodão, 43% das plantações se encontravam em condição boa ou excelente, contra 42% uma semana antes e 54% em igual período de 2017. Até domingo, 42% da safra havia florescido, ante 43% um ano atrás e 40% na média de cinco anos. Ainda conforme o USDA, 12% da safra formou maçãs, contra 12% em igual período de 2017 e 9% na média de cinco anos.
 
*Texto extraído do portal Broadcast Agro