http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

O mundo e a cana, edição 7

Voltar

Colunista

21/11/2017

Por: Marino Guerra

Todo poderoso.
Com o objetivo de aprovar a reforma da previdência de qualquer maneira, só faltou ao presidente Michel Temer dar a faixa de presidente ao deputado Rodrigo Maia, o mandatário da câmara terá uma grande carta na manga para trazer votos reformistas, a reforma ministerial que se aproxima. É bom ficar de olho com a postura de Maia diante a tramitação do Renovabio na casa, uma vez que ele representa o estado do Rio de Janeiro, que é uma das unidades da federação com maior interesse no crescimento do setor petrolífero brasileiro, para aumentar os seus ganhos com royalties.

Gato por Lebre.
Já começa um murmurinho em Brasília de que o governo pode aumentar a CIDE, imposto sobre a gasolina, como medida que agradaria o setor agroenergético e também satisfaria o pessoal do Petróleo, pois com isso atrasaria ou até mesmo barraria a aprovação do Renovabio. Embora dê competitividade principalmente ao Etanol, mexer no imposto seria uma medida paliativa, que com apenas uma “canetada” tudo voltaria ao normal. Diferente do Renovabio que é um projeto de governo, que trará principalmente previsibilidade para o setor.

Congresso Nacional da Bioenergia.
Amanhã e quinta as principais lideranças do setor e também formadores de opinião de diversas áreas técnicas estarão em Araçatuba-SP para conversar muito sobre os rumos da Bioenergia no Brasil. Espero trazer para vocês boas novas sobre o Renovabio.

Bora trabalhar:
Armei uma arapuca na beira da explanada / Pra acabar com o Renovabio e fazer a festa da Pretrolada.

Fonte: Revista Canavieiros

O mundo e a cana, edição 7

21/11/2017

Por: Marino Guerra

Todo poderoso.
Com o objetivo de aprovar a reforma da previdência de qualquer maneira, só faltou ao presidente Michel Temer dar a faixa de presidente ao deputado Rodrigo Maia, o mandatário da câmara terá uma grande carta na manga para trazer votos reformistas, a reforma ministerial que se aproxima. É bom ficar de olho com a postura de Maia diante a tramitação do Renovabio na casa, uma vez que ele representa o estado do Rio de Janeiro, que é uma das unidades da federação com maior interesse no crescimento do setor petrolífero brasileiro, para aumentar os seus ganhos com royalties.

Gato por Lebre.
Já começa um murmurinho em Brasília de que o governo pode aumentar a CIDE, imposto sobre a gasolina, como medida que agradaria o setor agroenergético e também satisfaria o pessoal do Petróleo, pois com isso atrasaria ou até mesmo barraria a aprovação do Renovabio. Embora dê competitividade principalmente ao Etanol, mexer no imposto seria uma medida paliativa, que com apenas uma “canetada” tudo voltaria ao normal. Diferente do Renovabio que é um projeto de governo, que trará principalmente previsibilidade para o setor.

Congresso Nacional da Bioenergia.
Amanhã e quinta as principais lideranças do setor e também formadores de opinião de diversas áreas técnicas estarão em Araçatuba-SP para conversar muito sobre os rumos da Bioenergia no Brasil. Espero trazer para vocês boas novas sobre o Renovabio.

Bora trabalhar:
Armei uma arapuca na beira da explanada / Pra acabar com o Renovabio e fazer a festa da Pretrolada.