http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.rgis.com.br
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.premiomulheresdoagro.com.br/

OIA publicará revisão para balanço mundial de açúcar em 2018/19

Voltar

Açúcar

10/07/2018
  Compartilhe:

A Organização Internacional do Açúcar (OIA) prevê publicar sua primeira previsão completa para o balanço mundial da commodity na safra de 2018/19 (que tem início em outubro que vem e se encerra em setembro do próximo ano) na segunda quinzena de agosto. "Os números preliminares apontam para um possível excesso da produção global sobre o consumo em mais uma temporada, embora com um menor excedente global, de cerca de 6 milhões de toneladas em 2018/19, comparado a um superávit de 10,5 milhões de toneladas esperado para a atual safra", trouxe a entidade em seu Relatório Mensal divulgado há pouco.
 
A instituição, que tem sede em Londres, já havia apresentado estes números acima no fim de maio, durante a terceira revisão sobre o balanço de 2017/2018. Se for confirmada a produção de 10,512 milhões de toneladas acima do consumo, será o maior excedente de oferta da commodity da história da comercialização mundial. Na ocasião, a OIA também estimava um possível fim da fase de superávit no ciclo 2019/2020.

Fonte: Broadcast Agro

OIA publicará revisão para balanço mundial de açúcar em 2018/19

10/07/2018

A Organização Internacional do Açúcar (OIA) prevê publicar sua primeira previsão completa para o balanço mundial da commodity na safra de 2018/19 (que tem início em outubro que vem e se encerra em setembro do próximo ano) na segunda quinzena de agosto. "Os números preliminares apontam para um possível excesso da produção global sobre o consumo em mais uma temporada, embora com um menor excedente global, de cerca de 6 milhões de toneladas em 2018/19, comparado a um superávit de 10,5 milhões de toneladas esperado para a atual safra", trouxe a entidade em seu Relatório Mensal divulgado há pouco.
 
A instituição, que tem sede em Londres, já havia apresentado estes números acima no fim de maio, durante a terceira revisão sobre o balanço de 2017/2018. Se for confirmada a produção de 10,512 milhões de toneladas acima do consumo, será o maior excedente de oferta da commodity da história da comercialização mundial. Na ocasião, a OIA também estimava um possível fim da fase de superávit no ciclo 2019/2020.