http://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.rossam.com.br/index.html

Preços do açúcar despencam no mercado externo por estimativa de safra da Índia

Voltar

Açúcar

08/03/2018
  Compartilhe:

Os preços do açúcar despencaram na bolsa de Nova York na sessão realizada ontem (7), chegando à casa dos 12 cents. De acordo com nota divulgada hoje (8) pelo jornal Valor Econômico, o motivo foi a revisão da estimativa da Associação de Usinas de Açúcar da Índia - ISMA, para a produção da commodity no país.
 
"A entidade elevou em 3,4 milhões de toneladas sua projeção para a produção no país nesta safra (2017/18), agora calculada em 29,5 milhões de toneladas. Se esse volume se confirmar, o excedente de produção na Índia deverá ser de 4,5 milhões de toneladas. Segundo a associação, parte desse volume terá de ser exportado `nos próximos 6 a 7 meses´ para reduzir a pressão de oferta no país", explicou a nota do Valor.
 
No vencimento maio/18 da bolsa norte-americana, os preços do açúcar desvalorizaram 66 pontos, fechando negócios em 12.79 centavos de dólar por libra-peso. Na tela julho/18, a queda foi de 64 pontos, com preços firmados em 12.99 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos caíram entre 54 e 64 pontos.
 
Em Londres, o lote maio/18 teve retração de 12,20 dólares, firmando negócios em US$ 354,10 a tonelada. Os contratos para agosto/18 foram comercializados a US$ 350,10 a tonelada, baixa de 12,90 dólares. As demais telas tiveram queda entre 12,10 e 13,20 dólares.
 
Mercado interno
 
No Brasil, os preços do açúcar fecharam em alta, ontem (7), de acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal fechou negociada a R$ 51,43, valorização de 0,82%.
 
Etanol
 
O etanol hidratado, medido pela Esalq/BVMF, fechou em baixa ontem. O biocombustível foi comercializado em R$ 1.937,00 o metro cúbico, retração de 0,15%.

Fonte: UDOP

Preços do açúcar despencam no mercado externo por estimativa de safra da Índia

08/03/2018

Os preços do açúcar despencaram na bolsa de Nova York na sessão realizada ontem (7), chegando à casa dos 12 cents. De acordo com nota divulgada hoje (8) pelo jornal Valor Econômico, o motivo foi a revisão da estimativa da Associação de Usinas de Açúcar da Índia - ISMA, para a produção da commodity no país.
 
"A entidade elevou em 3,4 milhões de toneladas sua projeção para a produção no país nesta safra (2017/18), agora calculada em 29,5 milhões de toneladas. Se esse volume se confirmar, o excedente de produção na Índia deverá ser de 4,5 milhões de toneladas. Segundo a associação, parte desse volume terá de ser exportado `nos próximos 6 a 7 meses´ para reduzir a pressão de oferta no país", explicou a nota do Valor.
 
No vencimento maio/18 da bolsa norte-americana, os preços do açúcar desvalorizaram 66 pontos, fechando negócios em 12.79 centavos de dólar por libra-peso. Na tela julho/18, a queda foi de 64 pontos, com preços firmados em 12.99 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos caíram entre 54 e 64 pontos.
 
Em Londres, o lote maio/18 teve retração de 12,20 dólares, firmando negócios em US$ 354,10 a tonelada. Os contratos para agosto/18 foram comercializados a US$ 350,10 a tonelada, baixa de 12,90 dólares. As demais telas tiveram queda entre 12,10 e 13,20 dólares.
 
Mercado interno
 
No Brasil, os preços do açúcar fecharam em alta, ontem (7), de acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal fechou negociada a R$ 51,43, valorização de 0,82%.
 
Etanol
 
O etanol hidratado, medido pela Esalq/BVMF, fechou em baixa ontem. O biocombustível foi comercializado em R$ 1.937,00 o metro cúbico, retração de 0,15%.