http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html

Preços do açúcar fecham mistos na bolsa de NY com viés de baixa; etanol tem 9ª queda seguida

Voltar

Açúcar

22/06/2018

Os preços do açúcar fecharam mistos na bolsa de Nova York nesta quinta-feira (21), com viés de baixa. Segundo analistas ouvidos pelo jornal Valor Econômico, as previsões de clima seco no Brasil deram sustentação aos preços da commodity no lote de maior liquidez, com vencimento em outubro/18, que fechou cotado em 12.21 centavos de dólar por libra-peso, pequena alta de dois pontos.
 
Nos demais lotes, com exceção do vencimento maio/20, houve retração entre um e quatro pontos. "Embora o mercado ainda tenha que absorver um superávit na oferta mundial, a menor produção no Brasil deve dar sustentação às cotações até que novas informações sobre as perspectivas de safra na Índia sejam divulgadas", avaliou a Zaner Group em nota divulgada hoje pelo Valor.
 
A Consultoria Datagro, por sua vez, destacou que o clima deve permanecer seco até o início de julho na região Centro-Sul do Brasil, "aumentando as preocupações com a moagem de cana no último terço de 2018/19. Algumas usinas planejam concluir as operações 15 a 20 dias antes".
 
Londres
 
Em Londres o açúcar branco fechou em baixa em todos os lotes. No vencimento agosto/18, as cotações fecharam US$ 341,80 a tonelada, desvalorização de 30 cents de dólar no comparativo com a véspera. As demais telas caíram entre 20 cents e 1 dólar.
 
Mercado doméstico
 
No mercado interno o açúcar cristal teve sua terceira queda consecutiva nos índices medidos pelo Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi comercializada ontem a R$ 57,31, baixa de 0,14% no comparativo com os preços praticados na quarta-feira.
 
Etanol diário
 
Já o etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&FBovespa teve sua nona queda seguida, fechando negócios ontem em R$ 1.624,00 o metro cúbico, 1,13% a menos que as cotações da véspera.
 
 
 

Fonte: UDOP

Preços do açúcar fecham mistos na bolsa de NY com viés de baixa; etanol tem 9ª queda seguida

22/06/2018

Os preços do açúcar fecharam mistos na bolsa de Nova York nesta quinta-feira (21), com viés de baixa. Segundo analistas ouvidos pelo jornal Valor Econômico, as previsões de clima seco no Brasil deram sustentação aos preços da commodity no lote de maior liquidez, com vencimento em outubro/18, que fechou cotado em 12.21 centavos de dólar por libra-peso, pequena alta de dois pontos.
 
Nos demais lotes, com exceção do vencimento maio/20, houve retração entre um e quatro pontos. "Embora o mercado ainda tenha que absorver um superávit na oferta mundial, a menor produção no Brasil deve dar sustentação às cotações até que novas informações sobre as perspectivas de safra na Índia sejam divulgadas", avaliou a Zaner Group em nota divulgada hoje pelo Valor.
 
A Consultoria Datagro, por sua vez, destacou que o clima deve permanecer seco até o início de julho na região Centro-Sul do Brasil, "aumentando as preocupações com a moagem de cana no último terço de 2018/19. Algumas usinas planejam concluir as operações 15 a 20 dias antes".
 
Londres
 
Em Londres o açúcar branco fechou em baixa em todos os lotes. No vencimento agosto/18, as cotações fecharam US$ 341,80 a tonelada, desvalorização de 30 cents de dólar no comparativo com a véspera. As demais telas caíram entre 20 cents e 1 dólar.
 
Mercado doméstico
 
No mercado interno o açúcar cristal teve sua terceira queda consecutiva nos índices medidos pelo Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi comercializada ontem a R$ 57,31, baixa de 0,14% no comparativo com os preços praticados na quarta-feira.
 
Etanol diário
 
Já o etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&FBovespa teve sua nona queda seguida, fechando negócios ontem em R$ 1.624,00 o metro cúbico, 1,13% a menos que as cotações da véspera.