http://www.ideaonline.com.br/conteudo/2-inovacana.html
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://bit.ly/2ktdMMm
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx

Safra de cana-de-açúcar será 1,7% menor que o previsto em maio

Voltar

Cana-de-Açúcar

11/07/2018

Seis dos principais produtos da safra agrícola brasileira terão produção maior do que o previsto anteriormente, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foram revistas para cima as expectativas para a produção de café conillon (3,2%), feijão 1ª safra (3,2%), tomate (2,9%), algodão herbáceo (1,1%), milho 1ª safra (1,1%) e soja (0,5%). Por outro lado, houve redução nas previsões para o café arábica (-0,5%), feijão 3ª safra (-1,0%), cana-de-açúcar (-1,7%), milho 2ª safra (-1,9%), banana (-2,0%) e feijão 2ª safra (-2,6%).

A produção brasileira de tomate deve alcançar 4,5 milhões de toneladas este ano, um crescimento de 3,5% em relação a 2017. Houve aumentos de 2,4% na área a ser colhida e de 1,1% no rendimento médio.

A safra de algodão alcançará 4,7 milhões de toneladas em 2018. A alta 23,9% na área plantada impulsionou o avanço de 23% na produção em relação ao ano passado.

"Na época do plantio, o produtor já tem contrato para venda. Os preços estão bons, aí os produtores plantam mais", disse Carlos Alfredo Guedes, gerente do levantamento no IBGE.

Já a cana-de-açúcar deve totalizar 691,4 milhões de toneladas. Apesar da queda de 1,7% em relação à previsão de maio, a produção será 0,5% superior à de 2017. Houve aumento de 1,7% na área plantada, além de avanço de 1,3% na área a ser colhida. O rendimento médio, porém, caiu 0,8%.


Fonte: UDOP/ Broadcast

Safra de cana-de-açúcar será 1,7% menor que o previsto em maio

11/07/2018

Seis dos principais produtos da safra agrícola brasileira terão produção maior do que o previsto anteriormente, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foram revistas para cima as expectativas para a produção de café conillon (3,2%), feijão 1ª safra (3,2%), tomate (2,9%), algodão herbáceo (1,1%), milho 1ª safra (1,1%) e soja (0,5%). Por outro lado, houve redução nas previsões para o café arábica (-0,5%), feijão 3ª safra (-1,0%), cana-de-açúcar (-1,7%), milho 2ª safra (-1,9%), banana (-2,0%) e feijão 2ª safra (-2,6%).

A produção brasileira de tomate deve alcançar 4,5 milhões de toneladas este ano, um crescimento de 3,5% em relação a 2017. Houve aumentos de 2,4% na área a ser colhida e de 1,1% no rendimento médio.

A safra de algodão alcançará 4,7 milhões de toneladas em 2018. A alta 23,9% na área plantada impulsionou o avanço de 23% na produção em relação ao ano passado.

"Na época do plantio, o produtor já tem contrato para venda. Os preços estão bons, aí os produtores plantam mais", disse Carlos Alfredo Guedes, gerente do levantamento no IBGE.

Já a cana-de-açúcar deve totalizar 691,4 milhões de toneladas. Apesar da queda de 1,7% em relação à previsão de maio, a produção será 0,5% superior à de 2017. Houve aumento de 1,7% na área plantada, além de avanço de 1,3% na área a ser colhida. O rendimento médio, porém, caiu 0,8%.