http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/

Usina Lins deve moer 2,9 mi/ton na safra 2018/19 e anuncia ampliação para 4 mi/ton

Voltar

Agronegócio

13/03/2018

Na última sexta-feira (9), a diretoria da Usina Lins promoveu uma coletiva de imprensa para anunciar as perspectivas para a safra 2018/2019, em sua sede, localizada em Lins/SP. Segundo o presidente da usina, Bernardo Biagi, a segunda unidade do Grupo Batatais deve moer 2,93 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra 2,8 milhões do ciclo anterior.
 
O mix de produção deve terminar maior para o etanol. A perspectiva é que 56% da cana processada seja destinada para o biocombustível e 44% para o açúcar. Com isso, a expectativa da Usina Lins é de produzir 3,31 milhões de sacas de 50 kg de açúcar e 135,4 milhões de litros de etanol nesta temporada.
 
"O Brasil deve produzir 5 milhões de toneladas a menos de açúcar, para reduzir a superoferta no mundo", destacou Biagi. Ele acredita que o ciclo mais alcooleiro seja realidade de muitas usinas no Centro-Sul, principal região produtora de cana do Brasil.
 
A unidade possui hoje 1.705 colaboradores, número 10% superior ao registrado na safra passada.
 
Ampliação
 
A Usina Lins apresentou ainda uma novidade durante o evento. Para a safra 2020/2021, a unidade pretende alcançar a marca de 4 milhões de toneladas processadas. Um grande investimento, que já começa a ser praticado este ano pela usina na expansão do parque fabril, mas que já teve início há pelo menos dois anos com o aumento do plantio de cana.
 
Confira a reportagem completa da TV UDOP, clicando aqui.

Fonte: UDOP

Usina Lins deve moer 2,9 mi/ton na safra 2018/19 e anuncia ampliação para 4 mi/ton

13/03/2018

Na última sexta-feira (9), a diretoria da Usina Lins promoveu uma coletiva de imprensa para anunciar as perspectivas para a safra 2018/2019, em sua sede, localizada em Lins/SP. Segundo o presidente da usina, Bernardo Biagi, a segunda unidade do Grupo Batatais deve moer 2,93 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra 2,8 milhões do ciclo anterior.
 
O mix de produção deve terminar maior para o etanol. A perspectiva é que 56% da cana processada seja destinada para o biocombustível e 44% para o açúcar. Com isso, a expectativa da Usina Lins é de produzir 3,31 milhões de sacas de 50 kg de açúcar e 135,4 milhões de litros de etanol nesta temporada.
 
"O Brasil deve produzir 5 milhões de toneladas a menos de açúcar, para reduzir a superoferta no mundo", destacou Biagi. Ele acredita que o ciclo mais alcooleiro seja realidade de muitas usinas no Centro-Sul, principal região produtora de cana do Brasil.
 
A unidade possui hoje 1.705 colaboradores, número 10% superior ao registrado na safra passada.
 
Ampliação
 
A Usina Lins apresentou ainda uma novidade durante o evento. Para a safra 2020/2021, a unidade pretende alcançar a marca de 4 milhões de toneladas processadas. Um grande investimento, que já começa a ser praticado este ano pela usina na expansão do parque fabril, mas que já teve início há pelo menos dois anos com o aumento do plantio de cana.
 
Confira a reportagem completa da TV UDOP, clicando aqui.