http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://www.premiomulheresdoagro.com.br/
http://www.ideaonline.com.br/conteudo/12-grande-encontro-sobre-variedades-de-cana-de-acucar.html
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://www.rgis.com.br

Usina Vale do Paranaíba iniciará plantio de cana em janeiro de 2018

Voltar

Cana-de-Açúcar

19/12/2017
  Compartilhe:

A empresa CRV Industrial, do Grupo Japungu, que arrematou a Unidade Vale do Paranaíba, já está iniciando as atividades em Capinópolis (MG), programando o início do plantio de cana para janeiro. A empresa da Paraíba, de propriedade de Paulo Fernando, arrematou a Usina Vale do Paranaíba, que fazia parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, de João Lyra.
Na manhã de quarta-feira (13), o prefeito Cleidimar Zanotto, o vice-prefeito Jaisson e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Alan Santana, participaram de uma reunião com Paulo Fernando, seu filho, Paulo Antonio, o advogado do grupo, Ronaldo Andrade, o gerente administrativo da Vale do Paranaíba, entre outros, onde discutiram vários assuntos relativos ao funcionamento da empresa.
Segundo Ronaldo Andrade, o plantio de cana será iniciado em janeiro e a Japungu deve privilegiar as empresas e trabalhadores locais dentro do possível.
Já em relação às terras que foram invadidas, a companhia pretende ter reuniões com os produtores – que plantaram soja – para oficializar o negócio. A princípio, a empresa pretende aguardar a colheita da soja para só então utilizar a terra para o plantio de cana.
Questionados em relação ao plantio da cana e se a empresa planejava comprar cana de fornecedores, os representantes da Japungu teriam dito que essa não é a prática do grupo, mas que tudo dependeria de conversas.
Apesar disso, a comitiva afirma ter saído satisfeita da reunião, acreditando que a entrada em funcionamento da usina irá gerar empregos e aquecer o comércio local. “Nós estamos muito otimistas porque vemos o resultado de um sonho, que seria a reativação dessa empresa, tornando-se realidade. Isso vai aquecer a economia de Capinópolis, de Ipiaçu, de Cachoeira Dourada, de Canápolis (MG) e toda a região”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.
A empresa CRV Industrial, do Grupo Japungu, que arrematou a Unidade Vale do Paranaíba, já está iniciando as atividades em Capinópolis (MG), programando o início do plantio de cana para janeiro. A empresa da Paraíba, de propriedade de Paulo Fernando, arrematou a Usina Vale do Paranaíba, que fazia parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, de João Lyra.
Na manhã de quarta-feira (13), o prefeito Cleidimar Zanotto, o vice-prefeito Jaisson e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Alan Santana, participaram de uma reunião com Paulo Fernando, seu filho, Paulo Antonio, o advogado do grupo, Ronaldo Andrade, o gerente administrativo da Vale do Paranaíba, entre outros, onde discutiram vários assuntos relativos ao funcionamento da empresa.
Segundo Ronaldo Andrade, o plantio de cana será iniciado em janeiro e a Japungu deve privilegiar as empresas e trabalhadores locais dentro do possível.
Já em relação às terras que foram invadidas, a companhia pretende ter reuniões com os produtores – que plantaram soja – para oficializar o negócio. A princípio, a empresa pretende aguardar a colheita da soja para só então utilizar a terra para o plantio de cana.
Questionados em relação ao plantio da cana e se a empresa planejava comprar cana de fornecedores, os representantes da Japungu teriam dito que essa não é a prática do grupo, mas que tudo dependeria de conversas.
Apesar disso, a comitiva afirma ter saído satisfeita da reunião, acreditando que a entrada em funcionamento da usina irá gerar empregos e aquecer o comércio local. “Nós estamos muito otimistas porque vemos o resultado de um sonho, que seria a reativação dessa empresa, tornando-se realidade. Isso vai aquecer a economia de Capinópolis, de Ipiaçu, de Cachoeira Dourada, de Canápolis (MG) e toda a região”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

Fonte: Siamig, Tudo em Dia, 18/12/17

Usina Vale do Paranaíba iniciará plantio de cana em janeiro de 2018

19/12/2017

A empresa CRV Industrial, do Grupo Japungu, que arrematou a Unidade Vale do Paranaíba, já está iniciando as atividades em Capinópolis (MG), programando o início do plantio de cana para janeiro. A empresa da Paraíba, de propriedade de Paulo Fernando, arrematou a Usina Vale do Paranaíba, que fazia parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, de João Lyra.
Na manhã de quarta-feira (13), o prefeito Cleidimar Zanotto, o vice-prefeito Jaisson e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Alan Santana, participaram de uma reunião com Paulo Fernando, seu filho, Paulo Antonio, o advogado do grupo, Ronaldo Andrade, o gerente administrativo da Vale do Paranaíba, entre outros, onde discutiram vários assuntos relativos ao funcionamento da empresa.
Segundo Ronaldo Andrade, o plantio de cana será iniciado em janeiro e a Japungu deve privilegiar as empresas e trabalhadores locais dentro do possível.
Já em relação às terras que foram invadidas, a companhia pretende ter reuniões com os produtores – que plantaram soja – para oficializar o negócio. A princípio, a empresa pretende aguardar a colheita da soja para só então utilizar a terra para o plantio de cana.
Questionados em relação ao plantio da cana e se a empresa planejava comprar cana de fornecedores, os representantes da Japungu teriam dito que essa não é a prática do grupo, mas que tudo dependeria de conversas.
Apesar disso, a comitiva afirma ter saído satisfeita da reunião, acreditando que a entrada em funcionamento da usina irá gerar empregos e aquecer o comércio local. “Nós estamos muito otimistas porque vemos o resultado de um sonho, que seria a reativação dessa empresa, tornando-se realidade. Isso vai aquecer a economia de Capinópolis, de Ipiaçu, de Cachoeira Dourada, de Canápolis (MG) e toda a região”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.
A empresa CRV Industrial, do Grupo Japungu, que arrematou a Unidade Vale do Paranaíba, já está iniciando as atividades em Capinópolis (MG), programando o início do plantio de cana para janeiro. A empresa da Paraíba, de propriedade de Paulo Fernando, arrematou a Usina Vale do Paranaíba, que fazia parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, de João Lyra.
Na manhã de quarta-feira (13), o prefeito Cleidimar Zanotto, o vice-prefeito Jaisson e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Alan Santana, participaram de uma reunião com Paulo Fernando, seu filho, Paulo Antonio, o advogado do grupo, Ronaldo Andrade, o gerente administrativo da Vale do Paranaíba, entre outros, onde discutiram vários assuntos relativos ao funcionamento da empresa.
Segundo Ronaldo Andrade, o plantio de cana será iniciado em janeiro e a Japungu deve privilegiar as empresas e trabalhadores locais dentro do possível.
Já em relação às terras que foram invadidas, a companhia pretende ter reuniões com os produtores – que plantaram soja – para oficializar o negócio. A princípio, a empresa pretende aguardar a colheita da soja para só então utilizar a terra para o plantio de cana.
Questionados em relação ao plantio da cana e se a empresa planejava comprar cana de fornecedores, os representantes da Japungu teriam dito que essa não é a prática do grupo, mas que tudo dependeria de conversas.
Apesar disso, a comitiva afirma ter saído satisfeita da reunião, acreditando que a entrada em funcionamento da usina irá gerar empregos e aquecer o comércio local. “Nós estamos muito otimistas porque vemos o resultado de um sonho, que seria a reativação dessa empresa, tornando-se realidade. Isso vai aquecer a economia de Capinópolis, de Ipiaçu, de Cachoeira Dourada, de Canápolis (MG) e toda a região”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.