http://https://www.fmcagricola.com.br/index.aspx
http://site.orplana.com.br/pages/caminhos-da-cana-2017/
http://bit.ly/2ktdMMm
http://www.fenasucro.com.br/Expor/Quero-Expor/Beneficios/?utm_source=mediapartner&utm_campaign=vendas&utm_medium=banner&utm_content=canavieiros_vendas&utm_term=761x73_201803271729&preload[13935947]=mediapartner
http://www.globalagribusinessforum.com/pt-br/

Vendas de etanol hidratado disparam no fim da safra 2017/18 do centro-sul

Voltar

Etanol

22/12/2017

As vendas de etanol hidratado das usinas do centro-sul do Brasil aumentaram 36,3 por cento na primeira quinzena de dezembro, para 750,75 milhões de litros, em momento em que a produção da temporada 2017/18 caminha para seu final, informou nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), que representa o setor.

"A expectativa é de que o ritmo de vendas permaneça aquecido em dezembro, frente à maior competitividade do biocombustível na comparação com a gasolina", explicou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, em comunicado.
A alta nos preços da gasolina se deve a repasses quase que diários da Petrobras, que busca seguir o mercado internacional do petróleo.

Já as vendas totais na quinzena, incluindo o anidro (misturado à gasolina), somaram 1,16 bilhão de litros --sendo 16,80 milhões de litros destinados à exportação e 1,14 bilhão de litros ao mercado interno--, um aumento de mais de 15 por cento na comparação anual.

O aumento das vendas puxou a produção de etanol no final da safra, que subiu 46,5 por cento na comparação anual, para 494 milhões de litros, na primeira quinzena do mês.

"Refletindo a relação atual de preços relativos e a proximidade da entressafra, o mix na quinzena se apresentou altamente favorável ao etanol", acrescentou Padua.

A proporção de cana destinada à fabricação de etanol aumentou, elevando o total no acumulado da safra até 16 de dezembro para 53 por cento.
Com isso, no acumulado da safra, a produção de etanol reagiu e superou em 0,8 por cento o registrado na temporada anterior, para 24,96 bilhões de litros.


E a produção quinzenal de açúcar atingiu 505,75 mil toneladas na primeira metade de dezembro, aumento de 34,8 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado. No acumulado da safra, atingiu 35,6 milhões de toneladas, registrando ainda ganhos de 1,45 por cento ante o mesmo período do ciclo anterior.

A moagem de cana do centro-sul do Brasil atingiu 10,445 milhões de toneladas na 1ª quinzena de dezembro, aumento de 44,5 por cento ante o mesmo período do ano passado, segundo a Unica, que apontou moagem acumulada de 578,76 milhões de toneladas, uma queda de 1,7 por cento na comparação anual.

De acordo com Padua, a região está com a "safra praticamente encerrada" e deverá haver "alguma moagem residual na segunda quinzena de dezembro e uma quantidade reduzida de cana processada no mês de março".

Fonte: Reuters

Vendas de etanol hidratado disparam no fim da safra 2017/18 do centro-sul

22/12/2017

As vendas de etanol hidratado das usinas do centro-sul do Brasil aumentaram 36,3 por cento na primeira quinzena de dezembro, para 750,75 milhões de litros, em momento em que a produção da temporada 2017/18 caminha para seu final, informou nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), que representa o setor.

"A expectativa é de que o ritmo de vendas permaneça aquecido em dezembro, frente à maior competitividade do biocombustível na comparação com a gasolina", explicou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, em comunicado.
A alta nos preços da gasolina se deve a repasses quase que diários da Petrobras, que busca seguir o mercado internacional do petróleo.

Já as vendas totais na quinzena, incluindo o anidro (misturado à gasolina), somaram 1,16 bilhão de litros --sendo 16,80 milhões de litros destinados à exportação e 1,14 bilhão de litros ao mercado interno--, um aumento de mais de 15 por cento na comparação anual.

O aumento das vendas puxou a produção de etanol no final da safra, que subiu 46,5 por cento na comparação anual, para 494 milhões de litros, na primeira quinzena do mês.

"Refletindo a relação atual de preços relativos e a proximidade da entressafra, o mix na quinzena se apresentou altamente favorável ao etanol", acrescentou Padua.

A proporção de cana destinada à fabricação de etanol aumentou, elevando o total no acumulado da safra até 16 de dezembro para 53 por cento.
Com isso, no acumulado da safra, a produção de etanol reagiu e superou em 0,8 por cento o registrado na temporada anterior, para 24,96 bilhões de litros.


E a produção quinzenal de açúcar atingiu 505,75 mil toneladas na primeira metade de dezembro, aumento de 34,8 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado. No acumulado da safra, atingiu 35,6 milhões de toneladas, registrando ainda ganhos de 1,45 por cento ante o mesmo período do ciclo anterior.

A moagem de cana do centro-sul do Brasil atingiu 10,445 milhões de toneladas na 1ª quinzena de dezembro, aumento de 44,5 por cento ante o mesmo período do ano passado, segundo a Unica, que apontou moagem acumulada de 578,76 milhões de toneladas, uma queda de 1,7 por cento na comparação anual.

De acordo com Padua, a região está com a "safra praticamente encerrada" e deverá haver "alguma moagem residual na segunda quinzena de dezembro e uma quantidade reduzida de cana processada no mês de março".